Encontro Literário com o escritor Xico Sá encerra programação da Arena Multivozes


A experiência de anos de carreira do jornalista e escritor Xico Sá foi compartilhada com o público presente no último dia da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes. No encontro literário, o autor destacou muitas de suas vontades e preferências como autor.

Com obras como “Sertão Japão”, “Big Jato” e “O Livro das Mulheres Extraordiárias” , Xico explica que a melhor parte de ser autor é poder estar em espaços de interação com o público. “A parte de ser escritor que eu mais gosto é não ficar muito naquelas de lançar um livro, ir até as livrarias e ficar lá andando sozinho”, conta ele, que diz gostar do contato com o leitor.

Ainda segundo o autor, a proximidade com o público permite o despertar da leitura por parte de pessoas que muitas vezes não conhecem a obra. “A gente conversa com quem já leu alguma obra tua e acaba também instigando novos leitores. Quantas vezes eu saí de feiras literárias e, uma semana depois, recebi e-mails de pessoas que tinham começado a ler minhas obras?”, lembra.

Para Xico Sá, estar na Feira do Livro e das Multivozes pela primeira vez é muito especial. “É muito bom estar em Belém mais uma vez, na Feira Pan Amazônica é a minha primeira vez, então estou muito feliz, principalmente por encerrar a programação na Arena Multivozes”, conta.

Nascido em Crato (Ceará), Xico Sá começou a carreira de jornalista em Recife e atuou por anos como repórter investigativo. É colunista da Folha de São Paulo e comentarista em diversos programas televisivos, além de autor de mais de 10 livros e crônicas variadas.

Serviço:

A 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes foi uma ação do Governo do Pará por meio da Secretaria de Cultura (Secult) que aconteceu entre 24/08 e 01/09 no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. O evento esteve aberto para visitação entre 10h e 21h com entrada franca.

Texto: Gabriel Marques
Fotos: Paulo Favacho